Matusalém & Castelan Advogados Associados

OAB/SC sob o n⁰ 1076/2005

Especializado em Direito Previdenciário

 

Notícias

Últimas notícias

Aposentados: Golpes por correspondências

22/05/2012


Um casal de aposentados de Tietê (SP) foi vítima de uma tentativa de golpe por meio de correspondência. Os aposentados receberam uma carta que indicava o ganho de uma indenização judiciária.
Segundo a dona de casa Lídia Schiavi, a carta informação que, junto com outros 500 aposentados, receberiam R$ 59 mil da Previdência Social, devido um processo por insalubridade. A sentença teria sido dada sobre uma ação movida na Comarca de Porto Alegre (RS). No entanto, para receber o dinheiro, era necessário pagar os serviços do advogado, os custos do processo. No total as despesas ficavam em R$ 10 mil. O valor deveria ser depositado em uma conta bancária.
Segundo o marido dela, o aposentado Davi Schiavi, ao ler a carta, no primeiro momento chegou a acreditar. No entanto ao pesquisar sobre o assunto percebeu era vitima de estelionatários.
A carta era assinada por uma advogada. De acordo com o vice-presidente da Ordem dos Advogados de Tietê, Mário Fernando da Silva, não há como saber ainda se a profissional teve o nome usado ou está envolvida. “Para identificar, precisaríamos de uma investigação sobre o caso”, afirma.
Ainda de acordo com Mário Fernando, a OAB pede que vítimas procurem as unidades da Ordem mais próxima para formalizar a denúncia. “Com isso, a OAB poderá abrir um processo e investigar se esses advogados existem e se estão envolvidos nessas tentativas de fraudes”, orienta.
O delegado de Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itapetininga, Reginaldo Costa,  recomenda atenção aos moradores que receberem esse tipo de correspondência. De acordo com ele, é importante ainda procurar a polícia para que os casos possam ser identificados.
Ele destaca ainda que o mesmo procedimento de cuidados deve ser seguido para o recebimento de ligações informando situações parecidas. “Além das cartas, é comum também a tentativa de estelionato por meios telefônicos. Os estelionatários sempre atraem as vítimas mencionando altos valores”, alerta.  (Portal G1 SP)

FONTE: ANAPAR