Matusalém & Castelan Advogados Associados

OAB/SC sob o n⁰ 1076/2005

Especializado em Direito Previdenciário

 

Notícias

Últimas notícias

Fraude no INSS em Passo Fundo: Mais de 40 são indiciados

01/11/2013

Fraude no INSS em Passo Fundo: Mais de 40 são indiciados
Polícia Federal responsabilizou envolvidos em golpe na Previdência Social.
Há dois anos, Operação Van Gogh desvendou esquema na Região Norte.
Mais de 40 pessoas foram indiciadas pela Polícia Federal por participação em uma fraude milionária na Previdência Social em Passo Fundo, na Região Norte do Rio Grande do Sul. Há dois anos, a Operação Van Gogh desvendou o esquema que envolvia médicos e servidores. Cerca de R$ 4 milhões teriam sido desviados do INSS entre 2009 e 2011. O golpe também teria vendido mais de 400 atestados para funcionários de uma única empresa do município.
Entre os indiciados estão três médicos, dois servidores do INSS, um vigilante, um despachante e um assessor parlamentar, além de segurados. E o número de beneficiados com o esquema ainda pode aumentar. Nesta semana, a Polícia Federal recebeu documentos de uma auditoria que pode indiciar novos nomes de favorecidos pelo golpe.
No período da fraude, Passo Fundo liderava o ranking brasileiro em auxílio doença por depressão. A média chegou a ser quatro vezes maior que a do país. “Enquanto nas outras cidades era de 10% por afastamento em função de depressão, em Passo Fundo chegava a 41%”, ressalta o delegado Celso André dos Santos.
A gerência regional da Previdência Social em Passo Fundo preferiu não se manifestar sobre o assunto. Porém, afirma que os dois servidores indiciados pela Polícia Federal permanecem afastado dos cargos. Se forem condenados, os responsáveis pelo esquema responderão por estelionato, formação de quadrilha e falsificação de documentos. (Portal G1 RS)

FONTE: Anapar